Ambiente livre de germes, Biossegurança

Afinal, o que é resistência bacteriana?

Afinal, o que é resistência bacteriana?

Quando falamos em resistência bacteriana, nos referimos às bactérias que desenvolvem a capacidade de sobreviver a antibióticos que em um dado momento apresentavam ação eficaz na sua eliminação. Essa resistência ocorre por diversos mecanismos de defesa da célula bacteriana, os quais são regulados pelo material genético, e podem ser transferidos entre um micro-organismo e outro!

Uso incorreto de antibióticos
Na verdade, o desenvolvimento de resistência é uma estratégia que ocorre naturalmente entre os micro-organismos, porém o uso indiscriminado de antibióticos acaba acelerando este processo. O uso de antibióticos na dose e/ou frequência incorreta(s) tende a provocar uma seleção artificial das bactérias, ou seja, tende a eliminar somente as mais frágeis e/ou sem resistência natural ao fármaco. Em pouco tempo, aquelas bactérias que sobreviveram passam a se multiplicar, perpetuando as novas linhagens mais resistentes, e tornando aquele princípio ativo ineficaz ou até obsoleto.

Impactos na saúde animal e humana
A pressão atual para se reduzir o uso de antibióticos na produção animal advém, em grande parte, da ameaça que enfrentamos na saúde humana. A chamadas “superbactérias” tendem a ser a principal causa de morte dentro de poucas décadas, e precisamos pensar e agir dentro do conceito de saúde única para minimizar esse risco. O surgimento de programas para a redução no uso de antibióticos, como o método “HyCare”, são soluções para o setor de produção animal conseguir se adaptar às novas demandas e prosperar de forma sustentável ao longo dos próximos anos.

Fale com a nossa equipe e entenda como dar os primeiros passos rumo a uma produção com menos uso de antibióticos e melhores resultados.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *