Biossegurança

Muito cuidado com o que você deixa entrar na sua granja!

Muito cuidado com o que você deixa entrar na sua granja

Com os alertas recentes sobre a possibilidade de um novo tipo de gripe suína na China, novamente reforçamos a importância da biosseguridade externa para prevenir a entrada de doenças e patógenos nas granjas. Tudo o que entra dentro dos galpões, isto é, pessoas, veículos, animais, insumos, ração, etc., precisa estar SEMPRE devidamente higienizado. Nesse sentido, uma das práticas mais negligenciadas é a limpeza e desinfecção de veículos (principalmente caminhões de entregas).   

De maneira geral, todos os veículos utilizados em um sistema de produção como, por exemplo, tratores próprios, devem (ou deveriam) ser exclusivos de cada propriedade. Esses veículos precisam ser periodicamente lavados e desinfetados com um bom detergente e desinfetante para remover contaminantes de diversos tipos. De maneira complementar, veículos externos devem ser proibidos de adentrar o perímetro interno das granjas, bem como motoristas devem ser proibidos de entrar em contato direto com animais e funcionários da propriedade. Os caminhões são o meio de transporte de maior circulação em área rural, e estão sujeitos a diversos ambientes e condições climáticas. Isso significa que eles são expostos aos mais variados tipos de contaminantes em seus trajetos, como fezes de animais silvestres, insetos, resíduos urbanos, entre outros.

Rodolúvios
O uso de rodolúvios simples, isto é, depressões de solo onde se adiciona um desinfetante que cobrirá os pneus e rodas dos veículos, é uma ação importante, e deve ser implementada com desinfetantes de amplo espectro e rápida ação. Uma alternativa mais completa, embora mais cara, é o uso dos arcos de desinfecção, que geralmente promovem a aspersão de desinfetantes em todas as direções, desde o capô e janelas até os pneus, rodas e chassi dos veículos. Esse tipo de arco (ou túnel) pode ser encomendado de empresas especializadas (como a própria Schippers), ou mesmo montado com materiais simples pela mão-de-obra da granja.

Toda e qualquer doença exterior ao Brasil, ou mesmo a um estado ou granja específica deve ser mantida do lado de fora. Controlar a higiene e fluxo de veículos é agir em somente uma das portas de entrada, mas a abordagem de biosseguridade deve ser completa, e é por isso que trabalhamos com o método HyCare. Leia mais sobre esse método de biosseguridade clicando aqui, e fale com a nossa equipe para tirar suas dúvidas.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *