Manejo otimizado

Erros na suplementação de leitões em maternidade

Tempo de leitura: 1 minuto

Os principais erros de suplementação de leitões em maternidade são aqueles que invariavelmente levarão ao excesso ou à insuficiência de consumo. As consequências disso na sobrevivência e ganho de peso dos leitões são várias, incluindo a ocorrência de diarréias, desuniformidade no lote, ou ainda a interrupção do estímulo na porca para a produção de leite. O objetivo de um suplemento para maternidade é sempre de fornecer mais aporte energético (especialmente em leitegadas de porcas hiperprolíferas) através de uma fonte de lactose de fácil digestão, similar ao leite da mãe. A maioria dos produtos são calóricos e têm alta palatabilidade, o que facilita a aceitação dos leitões. Veja agora alguns erros de manejo que acabam prejudicando essa estratégia:

1) CONSUMO À VONTADE
Deixar o suplemento lácteo (papinha) à vontade durante o dia na baia é uma prática que ganha a preferência dos leitões, os quais geralmente deixam de mamar na porca e podendo desenvolver diarréias de origem nutricional, além de prejudicar a produção de leite da própria matriz. O indicado é que a suplementação com sucedâneos seja feita de forma limitada, seguindo as recomendações de dosagem e preparo de cada produto.

2) HIGIENE DE COMEDOUROS
Leitões jovens possuem o olfato e paladar bastante sensíveis, e isso afeta claramente o consumo de água e alimentos na maternidade. Por esse motivo, comedouros sujos com restos de alimentos ou papinhas antigas, dejetos, rações ressecadas, moscas, etc, desestimulam fortemente o consumo, ainda que o produto utilizado seja excelente. A limpeza frequente de comedouros é fundamental e deve ser implementada no manejo para garantir porções sempre frescas.    

3) TEMPERATURA AMBIENTE NA BAIA
Fatores externos como umidade e temperatura ambiente afetarão completamente a disposição dos leitões para ingerir água e alimentos. É fundamental garantir que a temperatura na maternidade esteja dentro do intervalo ideal (18 a 24 ◦C para a matriz e 28 a 32 ◦C para os leitões), caso contrário será impreciso avaliar a eficácia da suplementação pois a saúde animal como um todo estará comprometida.

Quer saber mais sobre esse tema?
Fale com a nossa equipe e inscreva-se na newsletter!

Voltar à página de posts

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.